• fcff01
  • fcff02
  • fcff03
  • fcff04
  • fcff05
  • fcff06
  • fcff07
  • fcff08
  • fcff09

Historia

Tenho um sonho que quero brevemente tornar realidade (…) dotar a minha terra de um lar de terceira idade.

A Fundação Cónego Filipe de Figueiredo foi instituída para acolher e permitir o desenvolvimento harmónico do Sonho do seu Patrono, o Cónego Filipe de Figueiredo. São públicas as razões que estão na origem da criação desta instituição. Na noite de 28 de Novembro de 2003, o Cónego Filipe veio propositadamente a Estarreja, sua terra natal, reunir com um grupo de pessoas de boa vontade a quem revelou que tinha o Sonho de cariz Social para o apoio aos mais frágeis da sociedade estarrejense – os idosos e as crianças – e que para o implementar e concretizar precisava da ajuda de todos, tendo, escassos minutos depois, falecido. Ainda antes desta partida repentina e inesperada, o Cónego Filipe revela os meios que tinha reunido, nomeadamente, no âmbito da Fundação D. Manuel Mendes da Conceição Santos, por si instituída na Arquidiocese de Évora e por si presidida até à sua morte.

Em sua memória, o referido grupo de pessoas, que se tinha prontificado a ajuda-lo a organizar a mencionada Obra em Estarreja, dada a nova orientação em Évora à Fundação D. Manuel Mendes da Conceição Santos, cuja acção a Tutela orientou preferencialmente para aquela Arquidiocese, decidiu, com os seus próprios meios, com os meios resultantes da ajuda dos muitos amigos do Cónego Filipe e nos terrenos que o mesmo tinha adquirido para a Obra em Estarreja, constituir-se como Grupo Fundador e Instituidor da Fundação Cónego Filipe de Figueiredo, em parceria com a Paróquia de S. Tiago de Beduído.

Actualmente, a Fundação Cónego Filipe de Figueiredo é uma instituição Pia, Canónica, autónoma, instituída por sua Exa. Rev.ma D. António Baltazar Marcelino, Bispo de Aveiro, assumindo assim Personalidade Jurídica no Foro Canónico e porque registada no Governo Civil de Aveiro, em conformidade com a Concordata, estabelecida entre o Governo da Republica Portuguesa e a Santa Sé, assumiu também a Personalidade Jurídica Civil, mediante esse registo efectuado em 29 de Novembro de 2004. A Fundação Cónego Filipe de Figueiredo é também uma I.P.S.S., desde 17 de Dezembro de 2004, porque assim registada no Livro das Fundações de Solidariedade Social, conforme publicação em Diário da República III série, de 30 de Agosto de 2005, altura em que foi publicada também a Declaração de Reconhecimento da sua Utilidade Pública.

A Fundação Cónego Filipe de Figueiredo criou a partir de si e com autonomia administrativa e financeira, a Liga dos Amigos da Fundação Cónego Filipe de Figueiredo, que dotou de personalidade jurídica própria, com os objectivos de apoio a vários aspectos da vida da Fundação, nas vertentes económico/financeira e nas vertentes humanitária e social.